2/14/2012

La prima settimana.

Ciao a tutti!

     Nossa primeira semana em Genova foi bem tranquila, com alguns picos de estresse gerados pela burocracia italiana. Ontem, domingo, passeamos pela cidade, mas quase tudo estava fechado, inclusive restaurantes. Apenas algumas lojas estavam abertas, e outras tinham recados na porta dizendo que abririam mais tarde.
     Iniciamos o passeio, como sempre, pelos lados da Via XX Settembre. Na Piazza de Ferrari, que mencionei em um dos primeiros posts do blog, sentamos um pouco para ver a fonte, cuja água estava toda congelada. Então, resolvemos que seria legal tirar uma foto em pé no gelo. Fiquei em pé e fui andando para trás, cuidadosamente para não escorregar, a fim de achar um lugar legal para o Vi tirar a foto. No meu cuidado para não escorregar, esqueci de olhar o quão frágil era o gelo de onde eu pisava. Resultado óbvio: pisei num lugar com a camada de gelo muito fina, quebrei o gelo e caí, mergulhando até o joelho da minha perna esquerda na água congelada. Foi tão rápido que ninguém viu.
Fonte congelada

     Sentei e o Vi começou a esquentar meu pé, tirei uma das meias do pé direito e coloquei no esquerdo, coloquei meu tênis (ensopado e congelado) e continuamos andando, porque desejávamos andar pela primeira vez de metrô e ir até a estação de trem ver os trens que iam para outros lugares da Itália. E lá fomos nós, eu com a perna esquerda ensopada e congelada. Mas digo que valeu a pena, porque o metrô é uma gracinha (e assim como o ônibus, o sistema de pagamento é muito na ‘confiança’, não tem cobrador nem catracas direito, se as pessoas quiserem podem andar de graça) e a estação de trem é linda.
Ficamos vendo os trens que vão pra Milano, Torino, Parma, Bologna, Roma, entre outros. Queríamos viajar pra algum lugar já semana que vem, mas não sabemos ao certo se mudaremos sexta ou sábado, então não vai dar.
Vi todo cheio de roupas na plataforma do trem

Painel de partidas e chegadas

Hoje acordamos cedo para ir à minha universidade resolver o que faltava ser resolvido, mas que continuou sem ser resolvido porque estava sem sistema. Meu sangue já começou a esquentar um pouco nessa hora. Ao menos descobri que não preciso fazer uma matrícula: eu simplesmente vejo as aulas, falo com o professor, faço a prova e já era. O esquema de provas é bizarro aqui, tem a mesma prova 4 vezes, meio que uma vez a cada mês. Se você não passar na primeira, faz a segunda, se não passar na segunda faz a terceira e por aí vai; além disso, a maioria das provas é oral.
Depois disso tudo fomos ao correio para passar mais raiva, porque o atendimento foi demorado, o cara nem explicava direito o que devíamos fazer e ele era bem grosso. Aliás, acho que nem ele sabia o que devia fazer ali. Mas acabou dando tudo certo e agendamos a entrevista do Permesso de soggiorno, que já mencionei em alguns posts.
Depois de todo esse estresse, almoçamos na Trattoria da Maria de novo e a garçonete, que já virou nossa colega, ficou super feliz por saber que tínhamos apartamento já e ficou surpresa por saber que é na Via XX Settembre, o que me deixou feliz porque quer dizer que a rua é realmente muito boa para se morar.
Por fim, fomos na imobiliária entregar os documentos para o aluguel do apartamento e amanhã assinaremos o contrato.
Eu estava bem irritada com toda essa burocracia e chatice, mas falar com a mamma hoje me acalmou, porque ela me disse “Nossa, em uma semana vocês já conseguiram apartamento, matrícula, o permesso...” e eu pensei que quando se olha por esse lado de fato tudo foi bem rápido, apesar de chato e burocrático.
Minhas aulas já começaram, mas não fui ontem e não vou amanhã porque é na hora da reunião com o corretor e a proprietária. Mas como não tem lista, não tem tanto problema em relação à presença, só tenho que falar com os professores pra avisá-los pra ‘take it easy’ porque tem uma aluna estrangeira na sala deles. Hahahah.
Baci
SHARE:

Nenhum comentário

Postar um comentário

© Carol Candido. All rights reserved.
Blogger Templates by pipdig