2/12/2012

Il primo sabato a Genova.

Ciao a tutti!

     No nosso primeiro final-de-semana em Genova pensamos que seria legal ir ao estádio. O Vi viu que a Sampdoria jogaria aqui em Genova contra o Albinoleffe pela série B do campeonato italiano, e decidimos então ir ver esse jogo. A cidade de Genova tem um estádio, o Luigi Ferraris, que abriga os dois times da cidade, o Genoa (atualmente na série A do campeonato italiano) e a Sampdoria (atualmente na série B).
Luigi Ferraris

   
     Pegamos pela primeira vez o ônibus, e o esquema de funcionamento é bem parecido com os de Buenos Aires, que não tem catraca, você mesmo deve validar o seu ticket. Descemos no local indicado pelo google maps, onde havia uma escadaria sem fim que levava ao estádio.
Lá descobrimos que as bilheterias oficiais não estavam mais vendendo ingressos, e que portanto deveríamos ir comprar em algum outro lugar. Um dos organizadores nos explicou o caminho, mas acabamos nos perdendo um pouco e então perguntamos para uma torcedora (é impressionante a quantidade de mulheres que vão ao estádio, muitas vão sozinhas, me identifiquei completamente) muito simpática que nos explicou mais ou menos o que fazer. Deveríamos comprar o ingresso numa Tabbacheria que nos foi indicada, mas tinha que ser até as 15h, porque depois disso cortavam o sistema da máquina e não conseguiríamos mais comprar.
Depois de muito enrosco e de quase desistirmos, chegamos na tal Tabbacheria e pedimos os ingressos. A mulher estava começando a efetuar o pedido quando chegou um torcedor do Sampdoria ávido por comprar o ingresso também (ele chegou cerca de 14h56). Ele foi bem folgado e simplesmente passou na nossa frente, e a mulher o atendeu primeiro. Ficamos bem irritados, mas ele retirou o ingresso dele e foi embora. E foi aí que nos ferramos, porque ela só conseguiu fazer a compra de um, e depois acabou o sistema.
Fiquei irritadíssima, porque foi tudo culpa do cara que passou na nossa frente e da mulher que o permitiu, mas não consegui reclamar porque, irritada, simplesmente não lembrava as palavras para poder efetuar a reclamação em italiano. Então, pegamos o único ingresso e ela nos aconselhou a tentar entrar só com esse, o que não quisemos fazer.
Irritados, subimos a escadaria sem fim para pegar o ônibus de volta. Descemos perto do hostel mas lembramos que de final de semana não tem janta lá, então resolvemos passear para almoçar em algum lugar e depois comprar algo para jantar.
Quase todos os lugares que passamos geralmente estavam fechados, e só fomos achar lugar para comer na Via XX Settembre (sempre lá!), que aliás estava bem cheia, porque parece que todos vão para lá no final de semana para fazer compras. Depois o Vi quis comprar um cartão para ligar para a casa dele no Brasil, e compramos em outra Tabbacheria.
Por fim, passamos no Carrefour express (tem vários desses por aqui, pequenas lojinhas Carrefour) e compramos nossa janta, que consistiria em um pacote de Cornettos e um pacote de biscoitos com gotas de chocolate, além de 1 litro de suco de laranja. Não vejo a hora de mudarmos pro nosso apartamento pra podermos ficar a vontade e cozinhar (o nosso hostel é tipo um Mini hotel, inclusive esse é o nome dele, então tem cozinheiro e a cozinha não é open para quem quiser cozinhar).
Em breve volto com mais novidades.

Baci!
SHARE:

Nenhum comentário

Postar um comentário

© Carol Candido. All rights reserved.
Blogger Templates by pipdig